Nos dias 8 e 9 de novembro, o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH) colaborou nos encontros de capacitação de servidores da Secretaria de Trabalho do Governo do Distrito Federal. Participaram servidores que atuam no atendimento direto ao público nas Agências do Trabalhador. O evento também contou com a participação da Organização Internacional para as Migrações (OIM),

A capacitação foi pensada para levar informações sobre documentação e inserção laboral de migrantes e refugiados. A necessidade surgiu a partir de dúvidas dos servidores em relação aos documentos que migrantes e refugiados podem ter ou não no Brasil, sobre a validade desses documentos e se esse público tem os mesmos direitos trabalhistas que os brasileiros.

Ir. Rosita Milesi, diretora do IMDH, apresentou o trabalho da instituição e falou sobre a realidade migratória no Brasil, bem como sobre os atendimentos feitos pelo IMDH em 2022. A colaboradora Ariadiny Lima, assistente de proteção do IMDH, explicou sobre os diferentes tipos de regularização migratória, incluindo documentos que migrantes ou refugiados podem obter​ e a existência de diferentes portarias de residência.

Segundo Janaina Teles, especialista em Assistência Social da Secretaria de Desenvolvimento Social, a capacitação foi importante para reforçar que existe um movimento migratório que deve ter a sua devida atenção. “É preciso estudar mais sobre a realidade migratória, para que a secretaria possa descobrir seus talentos internos, valorizando os servidores que falem outros idiomas e dando oportunidade de melhor atender a população migrante e refugiada que chega ao DF”, destacou a especialista.