Buscando promover oportunidade de renda para migrantes e refugiados, a Fundação Scalabriniana/IMDH, com recursos da Hilton Foundation, viabilizou a aquisição de equipamentos e produtos para Yelitza, migrante venezuelana, para implementar seu projeto de geração de renda, de fabricação artesanal de biscoitos. Yelitza é formada em Pedagogia e professora de Matemática. Frente às dificuldades que enfrentava em seu país e que já afetavam profundamente sua vida, Yelitza e o esposo decidiram partir, juntamente com a filha, e vieram ao Brasil. Como a filha é pequena e demanda atenção, Yelitza viu na Gastronomia uma oportunidade de empreender e, assim, poder trabalhar e ao mesmo tempo cuidar da filha, enquanto o esposo também iria buscar emprego.

Relata que passou a preparar e vender biscoitos, utilizando a receita de uma tia. A iniciativa, que recebeu o nome “Olá biscoiteria” teve boa aceitação pelo público, mas precisava de equipamentos e materiais para desenvolver este projeto bastante promissor. Com a ajuda recebida, pode investir em equipamentos e produtos. Yelitza visualiza boas perspectivas para sustento próprio e da família.

Segundo a diretora do Instituto Migrações e Direitos Humanos, Ir. Rosita Milesi, o apoio de instituições como a Hilton Foundation for Sisters é fundamental para colaborar com o desenvolvimento desses projetos de autonomia financeira. “Diante de resultados tão animadores, que revigoram as forças das mulheres migrantes e refugiadas, ajudam a recuperar sua autoestima e favorecem a autonomia familiar em momento tão desafiador como é o de reiniciar uma nova vida no país de acolhida, expressamos nossa maior gratidão a quem nos apoia como está ocorrendo por parte da Hilton Foundation for Sisters, através da Fundação Scalabriniana”, destacou a diretora.

Conheça mais sobre o trabalho Olá biscoiteria acessando o Instagram